ads top

#CRÔNICA DA SEMANA: ÁFRICA: DEPOIS DE SER USURPADA, CAIU NO ESQUECIMENTO

FOTO REPRODUÇÃO/GOOGLE

A grandiosidade do território africano tem a mesma dimensão da sua colaboração histórica para a humanidade. Sendo assim, é de extrema importância o estudo deste continente, rico em belezas naturais e que, por muitos anos, foi palco da fome por ganância do imperialismo europeu, pondo no esquecimento o principal valor deste continente rico em cultura e em História. 

 O continente africano é um dos maiores territórios no mundo, banhado a leste pelo oceano atlântico e a oeste pelo oceano índico. Separado do continente europeu pelo mar mediterrâneo, separado da Ásia pelo mar vermelho. Ao contrário do que muitos pensam, a África é um continente com uma diversidade cultural e religiosa bastante diferente de outros continentes, mostrada pelos meios de comunicação como um continente cheio de miséria, mas que possui uma riqueza extrema de valores culturais. Sua miséria extrema e um IDH baixo foram herança deixada pelos colonizadores europeus que usurparam um tesouro natural, que foi dado a este território. A África é riquíssima em cultura, muito dessa cultura está ligada à nossa cultura nacional. 

 A ficção cientifica e os HQ’s relatam um super-herói chamado de Pantera Negra. O interessante, nesta história do Pantera Negra, é a sua nação, Wakanda, a qual é descrita como a nação mais rica do mundo, mas vive escondida das garras dos outros países imperialistas, fazendo-se passar por uma nação subdesenvolvida. Wakanda é a África do mundo real, todavia, a África não soube ter a malícia de esconder suas riquezas das garras do capitalismo selvagem. Portanto, existe uma riqueza escondida dentro da África, que nem mesmo o mais ganancioso tecnocrata conseguiria enxergar, por não possuir o sentimento necessário de valorização humana. Esta riqueza é a cultura africana.

11 comentários:

  1. O continente africano me interessa muito, principalmente pela sua diversidade cultural. Lá existem muitas coisas das quais nem entendemos. As realidades são diferentes demais. Gosto de assistir alguns documentários que contam um pouco da história e da situação hoje em dia.
    Também acho muito legal a história do Pantera Negra.

    ResponderExcluir
  2. Incrível como a colonização roubou mais do que as riquezas palpáveis de muitas continentes. Roubou a sua capacidade de difundir sua cultura sem preconceitos. Hoje sempre vemos a África apenas como uma selva e pouco conhecemos de sua verdadeira cultura. Assim como no Brasil que a te mesmos a língua foi esquecida 😢. Ainda temos esperança que sua riqueza não tenha sido perdida. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, Jonas!

    Adorei a sua alusão da África com Wakanda. Faz muito sentido!!!
    Realmente os países capitalistas que se dizem donos do mundo, só passam pelos países tomando tudo pra eles e deixando tristeza, miséria e muitas vezes devastação também.
    Mas se tem algo que eles nunca poderão tirar é a cultura e a essência desses lugares. A África é um continente incrível e muito rico, como você disse. Basta querer enxergar!
    Parabéns pelo texto!!

    Grande beijo,
    Letícia Franca | Além de 50 Tons
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Meu amigo, você está certíssimo! Eu confesso que nunca me interessei muito pelo estudo desse continente até chegar à faculdade. Não porque eu o esnobava nem nada assim, mas porque nunca me propuseram o tema. Me formei no colégio sem ter praticamente nenhum conhecimento da área. O pouco que tive foi como palco para a história de europeus, das Navegações e colônias, e não a história do povo em si. Mas então entrei para o curso de História e tive matérias focadas na África, que me fizeram perceber o quanto esse continente é rico de histórias e cultura. “Wakanda é a África do mundo real, todavia, a África não soube ter a malícia de esconder suas riquezas das garras do capitalismo selvagem.” Brilhante.

    ResponderExcluir
  5. Olá Jonas, tudo bem?

    Que crônica incrível. Você retratou muito bem tudo o que passou e de certa forma passa o continente africano. Usurparam tudo que aparentemente era de valor para eles e deixaram os "restos", sem nem olhar apara trás ou procurar ajudar algo que eles próprios tomaram. É complicado ver que um continente tão grande (tanto em área, como em cultura) não seja valorizado da forma que deveria. Suas palavras são certeiras, o maior bem da África, assim como de quase todo continente/país/cidade é sua cultura. Parabéns pelo post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito das suas palavras, é muito triste ver um país rico em cultura ser tão desvalizado diante da humanidade. Parabéns pelo post

    ResponderExcluir
  7. Belíssimo texto! Belíssimos mesmo. E em muitos continentes essa beleza que se dá pelos valores culturais na África nem existem ou simplesmente estão já sendo perdidas por conta de tanta ganancia ódio. As pessoas costumam estranhar e ter medo do que é diferente. É mais um desafio para a vida de boa parte delas: reconhecer a beleza das diferenças.

    ~ Diego França|
    |Blog Vida & Letras ~
    www.vidaeletras.com.br

    ResponderExcluir
  8. Realmente a África é um grande continente culturalmente falando. Adorei o post.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista

    Fanpage

    Instagram

    Estamos de volta do hiatus!

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    A África é um grande e diversificado continente, tenho vontade de conhecer os países do norte do continente, principalmente pela história. Adorei o post!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Com certeza uma das culturas mais ricas e menos exploradas é a cultura africana. Não sei se por preconceito ou pura ignorância. Gostei da temática e do texto.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pelo post! Você trouxe luz à uma questão que realmente vem acontecendo. A cultura africana apesar se ser muito rica ela é pouquíssimo explorada. Seja em livros, filmes e séries.
    Fica o apelo para os autores e produtores valorizarem essa cultura.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.