Ads Top

PARE DE TENTAR ESCONDER QUEM VOCÊ É

FOTO/ REPRODUÇÃO CINECAB Filme Pequena Miss Sunshine
A vida inteira, há momentos em que tentamos, vez ou outra, esconder quem somos nós ou o que gostamos. Quando crianças, escondemos o que queremos porque nossos pais podem brigar. Com os amiguinhos, não mostramos 100% do que gostamos com receio de não fazermos mais amigos e não termos com quem brincar na rua, na casa da avó, na escola, na creche... Não é um ato totalmente pensado mas acaba sendo uma atitude de precaução para não nos sentirmos mal ou sozinhos.

Na adolescência, essa atitude vira habito por medo da rejeição e não percebemos que foi tudo culpa da insegurança alimentada por nós mesmos, desde pequenos. Agora, vem a parte engraçada, crescemos, ganhamos a tal maturidade que nossos  pais e avós, sempre falavam que precisaríamos para entender algumas coisas e notamos que eles estavam certos. Tudo foi uma grande bobeira da nossa cabeça! 
Para de bobeira, Fulano!
Para de besteira, Sicrano!

E nada daquilo faz o mesmo sentido de antigamente. Algumas coisas tentamos durante anos mudar e conseguimos, outras  inseguranças, se desfazem automaticamente da nossa mente.

Adultos, conquistamos nossa independência aos poucos, ficamos maduros conforme ganhamos experiência por “poucas e boas” que já vivemos. Vamos tendo outras referências, outros exemplos de pessoas que nos inspiram a ser alguém melhor e há momentos que mudamos tanto, que não nos reconhecemos mais. Isso aconteceu comigo algumas vezes recentemente.

Levou-se anos para me reencontrar e reconectar comigo mesma. Lembrar de sonhos que tinha vergonha de expor e realizar, descobrir sensações  novas que antes eu tinha medo, me libertar das inseguranças  e me  permitir mais ao novo (e ao velho), como as coisas que  sempre queria  fazer ou ter, que por timidez ou receio do que iam pensar e falar, não fiz e omiti querer. Daí os outros percebem as mudanças e pensam que eu estou sendo outra pessoa, que estou muito diferente e talvez até esteja mesmo, mas a verdade, é que estou sendo eu mesma, mas aquela que ninguém conhecia e eu sempre quis ser.

Pare de pensar nos outros, se ame mais, dê mais atenção ao que você quer, ao que gosta, o que acha legal para hoje.  Esqueça os outros, olhe para dentro de si e pense o que você faria se ninguém existisse para criticar ou reclamar. Agora vá e faça! Se bater a vergonha ou o medo de novo, lembre de tudo que leu aqui hoje. Tenho certeza que vai se sentir melhor! 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.