ads top

CORTEJO DE COIMBRA: A TRADIÇÃO UNIVERSITÁRIA MAIS FAMOSA DE PORTUGAL

FOTO/ REPRODUÇÃO AQUELES QUE VIAJAM

O famoso Cortejo da Queima das Fitas de Coimbra é uma tradição universitária datada desde o século XIX, iniciado na Universidade de Coimbra. Nessa época os estudantes da Faculdade de Direito começaram a celebrar o fim do ano acadêmico queimando as fitas, as quais eles traziam atadas aos livros e cadernos de seus estudos. A queima das fitas se deu pelo motivo de não usarem-nas mais para atar os livros e cadernos, no próximo ano. Ainda fazia parte da tradição enterrar as cinzas junto à Porta Férrea, mas pelo chão ter sido asfaltado a tradição deixou de existir.

A queima das fitas é a tradição mais antiga e uma das maiores de Portugal. Ela acontece durante o mês de maio e tem inicio com a tradicional serenata na Sé Velha. Além disso, há outras atividades que acontecem durante essa mesma semana, a exemplo: os concertos do Queimódromo e o cortejo dos estudantes com cerca de 100 carros alegóricos que saem das universidades e seguem o percurso entre o lago Dom Dinis e a Portagem.

Todo o evento é muito colorido e chega a ser comparado com o carnaval no Brasil. Os carros alegóricos são feitos de papel crepom e há mensagens de protesto em relação à crise a aos problemas sociais do país. Os carros alegóricos transportam os estudantes do segundo ano que lançam para a multidão bebidas alcoólicas de todos os tipos.

FOTO/ REPRODUÇÃO BATIDA FOTOGRÁFICA
Atrás dos carros alegóricos vão os cartolados trajados a rigor levando suas bengalas, cantando o hino de cada curso e festejando o término de suas vidas universitárias.

A tradição também acompanha um desejo de “boa sorte” ao cartolado: três bengaladas na cartola e mais três beijos; um abraço e um chute “carinhoso” na bunda; muito derramamento de cerveja entre eles; por último mergulhar no Rio Mondego e destruir os carros alegóricos.

O Cortejo da Queima das Fitas de Coimbra é uma tradição realizada não só por universitários, mas também pela família dos mesmos. Uma tradição de grande impacto nas tradições universitárias de Portugal.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.