Ads Top

DEPRESSÃO | DEVEMOS FALAR MAIS SOBRE ISSO


FOTO/ REPRODUÇÃO GUIA DA FARMÁCIA
DEPRESSÃO s.f
Ato ou efeito de deprimir (-se).
PSICOPATOLOGIA estado de desencorajamento, de perda de interesse, que sobrevém, por exemplo, após perdas, fracassos, estresse físico e/ou psíquico, no momento em que o indivíduo toma consciência do sofrimento ou da solidão em que se encontra. 
PSICOLOGIA CLÍNICA•PSIQUIATRIA distúrbio psíquico que se exprime por períodos duráveis e recorrentes de disforia, concomitantemente com problemas reais ou imaginários ou com experiências momentâneas de sofrimento, podendo ser acompanhado de perturbações do pensamento, da ação e de um grande número de sintomas psiquiátricos.
A depressão tem algumas características semelhantes as do nosso cotidiano, o que  dificulta a sua percepção. Muitas vezes ela  é confundida em meio a tristeza mas todo mundo em algum momento fica triste, não é mesmo? Somente quando se torna patológico, notamos que as coisas perdem a graça, o que antes era legal, agora perde a vontade de fazer e quando acontece, não causa nenhuma emoção. Como se nada mais fizesse sentido... Tudo vira um cinza continuo.

Outro ponto que pode diagnosticar a depressão, é quando você tem muita alegria sempre. O ponto extremo de felicidade constante não existe, é como e a pessoa mascarasse o que  sente e se cega com aquilo, como se não houvessem momentos ruins. 

Com o tempo, a pessoas com depressão se perdem no cinza e isso se torna um momento muito delicado, onde se engana quem pensa que precisamos estar MUITO ruim ou loucos, para buscar fazer terapia. Quando se nota os primeiros sintomas, sentimentos semelhantes aos citados, é bom perceber se nossa autoestima está em dia. E por que não procurar uma terapia, conversar com algum profissional da área e verificar se está tudo  bem mesmo como afirmamos que está.

Não devemos também pensar que o depressivo  precisa ocupar  a mente com esportes ou alguma tarefa para e curar. Ele merece uma atenção especial e cada um precisa de um cuidado específico, principalmente quando “se descobre” como chegou nesse ponto.
Num momento em que é tão comum ter depressão, independente da idade, sexo, saímos  do Setembro Amarelo, mas temos que estar atentos o ano inteiro.

O CVVCentro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.

Site do CVV: https://www.cvv.org.br/

Telefone para contato sempre que precisar de ajuda ou informações sobre o atendimento: ligue 188 de qualquer local do Brasil e a qualquer hora. 

O Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. É uma iniciativa do CVV, do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).


2 comentários:

  1. Assunto muito importante a ser tratado.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E de forma atemporal né? Obrigada por comentar e que bom que pensa o mesmo :)

      Excluir

Tecnologia do Blogger.