Ads Top

TRADIÇÕES PARA O REVEILLON, SEUS SEGREDOS, ORIGENS E LENDAS

 A palavra “réveillon” vem do francês que significa acordar, deixar de dormir

FOTO/ REPRODUÇÃO GAZETA DO POVO
Reza a lenda que na Idade Antiga, resolveram fazer uma festa na passagem do ano velho para o ano novo porque os místicos acreditavam que nesta madrugada se abria um portal e quem estivesse acordado seria abençoado por ele.

Porém como, naquela época, as pessoas tinham o hábito de dormir cedo, uma feiticeira fez uma sopa forte com ervas, carnes e lentilhas para o povo permanecer acordado. Assim a ideia deu certo e ela batizou a sopa com o nome de “réveillon” que, naquele tempo, significava a expressão: “comida para não dormir”.

No Brasil, há vários rituais tradicionais para a passagem do ano, veremos alguns:

- Pular Sete Ondas: desde a Grécia Antiga acreditava-se que o mar tinha o poder de retirar as vibrações ruins. Já o número sete na Numerologia significa espiritualidade e harmonia. As ondas representam as boas energias do mar. Assim surgiu o hábito de pular sete ondas no “réveillon”. Alguns historiadores dizem que este hábito também existia na África antiga.

- Comer Só Carnes de Bichos Que Fuçam Para Frente: os povos antigos acreditavam que o homem adquiria alguns hábitos dos alimentos que ele mesmo comia. Por isto, dizem que não é bom comer aves no réveillon porque elas ciscam para trás e, por isto, o consumidor corre o risco da vida regredir no ano seguinte. Quando eu era criança não acreditava nesta estória. Até que na passagem de 1987 para 1988 eu comi peru. Então, no ano seguinte, a minha vida deu para trás porque minha família foi transferida para uma cidade do interior onde as pessoas eram hostis e os serviços precários.

- Lentilha: reza a lenda que os povos antigos quando enterravam seus tesouros no solo, as moedas viravam lentilhas e só se transformavam em dinheiro, novamente, se a pessoa que cavasse o solo fosse merecedora do prêmio.

- Romã: há um causo na Antiguidade falando que uma estrela se apaixonou por uma princesa e por isto sonhava em beija-la. Assim ela foi transformada em uma romã no pomar do castelo real. Então a princesa resolveu comer a fruta. Mas quando abriu a romã ao meio, viu o formato de uma estrela, que logo se transformou num príncipe com sementes desta fruta nas mãos. Mas o rapaz colocou as mesmas sementes no bolso e disse para a princesa que era para não faltar dinheiro. Por isto dizem que comer romã no réveillon traz sorte no amor e que devemos colocar suas sementes na carteira.

- Uvas: tem tradição nas Mitologias Grega e Romana. Diz o mito que se você comer doze bolinhas de uva nas doze badaladas, do ano novo, o deus Baco ou Dionísio fica ao seu lado trazendo sorte para o ano inteiro porque ele é o deus do vinho.

Nesta passagem do ano de 2018 para 2019, muitos esotéricos falam que não é recomendável pedir nada. Pois estaremos na lua minguante e numa terça-feira , que significam banimento. Segundo estes místicos, devemos orar pela retirada das coisas ruins da nossa vida neste réveillon.  

Estas são algumas origens das mais famosas simpatias de réveillon.

Desejo a você um feliz ano novo!                 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.