ads top

FOLIA DE REIS, UMA TRADIÇÃO QUE PRECISA SER PRESERVADA


Meu nome é Luciana do Rocio Mallon e sou pesquisadora de lendas. Por isto em dezembro e no começo de janeiro, costumo receber mensagens com as seguintes perguntas: “Qual é o dia ideal para desmontar o presépio? Quando devo guardar os enfeites de Natal?”.

Minha resposta é esta:

Segundo a tradição as pessoas devem desmontar o presépio e guardar os enfeites natalinos no dia 6 de janeiro, que é considerado o dia em que os reis magos visitaram o menino Jesus.

Mas muitos teólogos afirmam que cada rei tem uma estória diferente e que eles não viajaram juntos como muita gente pensa. Pois, uma das missões de cada um deles era representar uma etnia diferente para significar que Jesus não escolhe seus fiéis pelo tom da pele ou nacionalidade.

Baltazar, o afrodescendente, veio da África e ofereceu mirra com presente para o messias. Pois mirra, resina medicinal de uma árvore da África, era dada somente aos profetas. Este presente profetizou o dom que Jesus teria, na vida adulta, de curar.

Gaspar, de raízes ciganas, veio da Índia e trouxe incenso, considerado um purificador de ambiente com poder de afastar maus espíritos, para o menino divino.

Melchior, mais conhecido como Belchior, fisicamente loiro de olhos claros partiu de Europa e trouxe ouro, que significava presente dado somente aos deuses, para Jesus.


Em homenagem aos reis magos existe uma festa chamada Folia de Reis, uma tradição de Península Ibérica que foi trazida ao nosso país na época do Brasil-Colônia.

Durante os dias 24 de dezembro e 6 de janeiro um grupo de moradores simples vira artista, veste figurino colorido e sai pelas ruas misturando: músicas, danças e orações. Tudo para levar as bênçãos do Menino Jesus.

As personagens principais que aparecem neste desfile são: mestre, contramestre, músicos, pastores, vaquinha, burrinho, galo, porta-bandeira, palhaço, ciganos dos pandeiros de fitas e outras personagens variando de região.

Quando os grupos cantam nos portões das casas é costume os moradores darem comida. Pois oferecer alimento às personagens significa que a casa e os moradores estarão protegidos pelos reis magos ao resto do ano.


A tradição fala que só não pode oferecer bodes vivos aos participantes.

Infelizmente, nas cidades grandes esta festa foi extinta.

Mas você, morador de qualquer lugar do país, pode ressuscitar esta tradição. A sua pessoa, junto com vizinhos, pode conversar com o padre de sua paróquia sobre a intenção de montar um grupo de Folia de Reis na comunidade.

O músico Tim Maia sempre foi um incentivador da cultura popular compôs e gravou, com o artista Márcio Leonardo, uma música chamada O Dia dos Santos Reis.

As festas populares tradicionais unem pessoas, incentivam a paz, trazem alegria, honram os antepassados e trilham a felicidade. Por isto elas devem ser preservadas.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.