ads top

COMO PULAR O CARNAVAL COM ÉTICA

FOTO/ REPRODUÇÃO PUREPEOPLE
Navegando em uma rede social fiquei assustada ao me deparar com o seguinte anúncio: “Temos máscaras para o Carnaval de: Fábio Assunção, Jogador Daniel e Nicolas Maduro!

Tomei um susto ao ver as fotos dos produtos e notei que isto se trata de uma tremenda falta de ética porque é um deboche com os dependentes químicos e venezuelanos. Como todos sabem o ator, Fábio Assunção, teve problemas com dependência química e nenhuma família está livre disto. A Venezuela está passando por uma crise e seu povo está sofrendo. Já, o jogador Daniel foi assassinado ano passado. Portanto, usar máscaras com estes temas é repudiar com a dor alheia.

Também não é ético se fantasiar representando etnias. Por exemplos não podemos usar figurinos de queixas e nem de índios porque isto configura em apropriação cultural. Porém podemos usar fantasias de: animais e personagens de cinema.

Os homens não devem, em hipótese nenhuma, passar a mão em uma mulher sem o seu consentimento porque isto é assédio. Em alguns lugares, instituições estão distribuindo adesivos para as moças colocarem em seus corpos com a frase “Não é não!” 

Mas, se rolou um clima durante a folia é necessário o uso de preservativos para evitar Aids e doenças sexualmente transmissíveis.

Assim se, por acaso, bater aquela vontade de ir ao banheiro, nunca devemos fazer este tipo de necessidade fisiológica em público porque, além de poluir as ruas, é crime de atentado ao pudor. Quando a necessidade chegar, devemos procurar banheiros químicos ou entrar em algum toalete de estabelecimento comercial.

Também precisamos tomar bastante água comer alimentos leves.

Estas são algumas regras de etiqueta para mantermos o respeito no Carnaval.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.