PRIMEIRA VEZ NA CRECHE

FOTO/ REPRODUÇÃO REVISTA CIRCUITO

Meu nome é Luciana do Rocio Mallon, sou professora e pais sempre me pedem conselhos com relação à Educação.

Estamos em fevereiro, mês de volta às aulas. Por isto uma cena que sempre traz impacto, nesta época, é a de crianças pequenas chorando em frente ao maternal.

Por isto muitos pais me perguntam “Como preparar meu filho para a primeira vez na creche?”.

Em primeiro lugar, a mãe deve conversar com a criança sobre a escola ainda nas férias. O adulto precisa dizer que o jardim-de-infância é um local mágico onde ela conseguirá atividades fantásticas como:
- Adquirir novos conhecimentos.
- Fazer amizades interessantes.
- Andar por trechos espetaculares como o caminho da casa para a escola.

Ainda nas férias, a mãe deve oferecer materiais que o próprio menor usará no maternal como: caixa de lápis de cor, folha de papel sulfite, tesoura sem ponta, massinha de modelar, etc. Ela precisa confessar que estes materiais serão usados na escola de forma mais divertida.

Se a criança tem a mania de usar chupeta ou um paninho de estimação, não é aconselhável que alguém tire estes objetos do pequeno quando ele for à creche. Portanto, o responsável precisa liberar estas coisas para que a criança entre com elas em sala de aula.

Também é necessário que a mãe converse com a professora antes das aulas e confesse sobre os hábitos de seu filho.

No primeiro dia de aula, se o pequeno chorar, psicólogos aconselham a ignorar a birra e deixar a criança nas mãos das professoras e pedagogas. Tem mães que lagrimejam com os menores fazendo caras de arrependidas e isto é péssimo porque qualquer criança pode usar o fato para fazer chantagem emocional. Porém se o pequeno repetir o choro por mais de uma quinzena, daí é necessário procurar um profissional de saúde mental porque, se a suposta teimosia durar mais de quinze dias, pode ser alerta de um problema mais sério.

Desejo uma “Feliz Volta ás Aulas” a todos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.