ads top

RESENHA DO LIVRO 'DIFERENTE: ALUNOS' DE GABRIEL MANHÃES

Se você gosta de fantasia e de filmes estilo X-Men, este livro é ideal para sua pessoa.

FOTO/ REPRODUÇÃO JINFORMAL
O centro desta estória é uma escola especial para alunos com poderes fantásticos.

O personagem principal é Dante, que desde criança sentiu que era diferente e por isto foi levado ao hospital pela sua mãe, onde passou por exames.

Logo, na primeira, infância mostrou traços de que possuía personalidades multifacetadas e um estranho poder. Tanto que, na capa do livro, aparece a sombra de um moço com dois pares de olhos aos lados, que representam as outras personalidades de Dante.

Assim a mãe deste menino descobriu que ele era diferente. Por isto ele foi colocado numa escola especial para pessoas com poderes fantásticos, patrocinada pelo governo, que ficava visível só para os alunos novos entrarem. Até o ônibus escolar ficava visível e invisível dependendo da ocasião.

Um aspecto bom é que nesta aventura Dante encontrou um amigo de infância, Carlos, nesta escola misteriosa.

No colégio dos diferentes cada estudante tinha um dom especial que, normalmente, trabalhava com os quatro elementos. Exemplos: Carlos criava espinhos metálicos, Victória espalhava fogo, André fazia regeneração celular, Cíntia anulava os poderes dos outros, etc.

Já, Dante tinha três poderes e duas personalidades extras, que eram nervosas, chamadas: Max e Maicol.

Lá os alunos precisavam aprender o movimento supremo, um movimento especial usando o próprio poder.

Neste colégio existiam batalhas de competições, que ofereciam prêmios para os três melhores estudantes em título supremo.

Nesta competição Dante conseguiu o primeiro lugar, Victória ficou em segundo e Clara em terceiro.

Na escola especial os estudantes tinham atividades extracurriculares. Então a missão de Dante e alguns de seus amigos era ajudar a polícia a vencer os bandidos no morro do Alemão. Para isto, eles ficaram invisíveis.

A principal surpresa foi que no final do livro apareceu que Dante tinha duas irmãs rebeldes com poderes que elas usavam para o mal. Assim ele e seus amigos fizeram de tudo para tentar derrota-las.

A principal mensagem é que, no fundo, somos todos diferentes e ao mesmo tempo iguais porque somos humanos. Quando alguém se julga diferente por algo que a sociedade condena, ele precisa buscar na sua alma o verdadeiro poder para ajudar as pessoas comuns e o mundo ao redor.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.