domingo, fevereiro 02, 2020

O MUNDO SOMBRIO DE SABRINA: O QUE PODEMOS ESPERAR DA 3º TEMPORADA


Muitos, com toda certeza, já estão mais do que familiarizados com a série da Netflix baseada no quadrinho. Mas essa 3º temporada foi de arrepiar os cabelos da nuca. Devo ressaltar que a produção superou as expectativas quanto ao enredo e desenrolar da temporada em questão.

Sabrina é uma jovem adolescente, 16 anos, que acabou descobrindo ser filha do Lucifer, Estrela do Amanhã e governante do Inferno. Após os respectivos acontecimentos da segunda temporada, Sabrina se vê em uma encruzilhada entre tornar-se Rainha do Inferno e conseguir todos os poderes que virão com o cargo, salvar seu namorado Nick, amigos e família da guerra que está por vir.

Nick permanece perturbado após ter passado tanto tempo com o Senhor do Inferno dentro de seu corpo, o que acaba por atingir drasticamente o relacionamento amoroso entre ele e Sabrina e colocar um ponto de interrogação sobre se Sabrina ainda amar seu amigo (e ex-namorado) Harvey.

Nessa temporada conheceremos o inferno e alguns novos personagens. A exemplo de Kaliban, príncipe do inferno nascido do barro. Kaliban e Sabrina entram em uma disputa para ver quem reinara, em uma busca incansável e sem escapatória pelas três relíquias infernais.


Enquanto isso na Terra os deuses antigos estão retornando e querendo acabar com o Coven que a tia da Sabrina construiu. Além de polonizar a Terra inteira para acabar com todos os seres humanos existentes e ainda sim trazer de volta o Deus Verde.

O último episódio é simplesmente uma reviravolta, e ainda fiquei confusa sobre como Sabrina conseguiu fazer as coisas darem certo (se eu disser mais escancararei um spoiler tremendo!). Mas podemos ter certeza que mesmo Sabrina sendo a bruxa mais poderosa de todos os tempos e filha do Estrela do Amanhã, ela ainda é uma adolescente e tem tendência a fazer escolhas burras sem refletir muito no que isso poderá causar ao amanhã, ou no agora.

Nick me decepcionou drasticamente com o tratamento dele em relação a Sabrina – na pior das hipóteses ele foi um babaca. Sabrina também será colocada várias vezes a tomar decisões, mas ainda sim vale lembrar que a menina é apenas uma adolescente e mesmo sendo a herdeira do inferno, possui um bom coração.


Théo se desenvolve bastante nessa temporada e até encontra uma paixonite. Devemos ressaltar que as bruxas não possuem qualquer preconceito em relação a sexualidade e sexo, envolvendo-se assim, carnalmente e afetivamente, com parceiros do mesmo sexo e sexo oposto. E tem muita representatividade em meio ao horror que a série visa mostrar.

A margem deixa dúvidas sobre a 4ª temporada e se a Netflix vai encarar essa. Netflix encara essa vai! Precisamos saber o que vai acontecer.

E aí caros leitores, já assistiram? Gostaram? Conta ai pra gente!

Um comentário:

  1. Nunca me interessei por esse tipo de história.

    O blog está em Hiatus de Verão, mas comentaremos nos blogs amigos nesse período.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir