terça-feira, março 31, 2020

SÉRIE MEDINA-BECKER: O NATAL DOS MEDINA-BECKER


Sinopse: A época de Natal já é caótica por si só com todas as famílias se reunindo. Imagina para os Medina-Becker, que são compostos por nada mais, nada menos do que onze filhos? Você já acompanhou o início da junção dessa família através da história da Calíope e do João em Sob O Mesmo Teto. Agora, dois meses após o final do livro, Cali conta em primeira mão como é passar a noite natalina em meio a tantos irmãos, irmãs e uma tonelada de comida. Em um conto divertido e cheio de amor familiar, entramos novamente na casa dos Medina-Becker e vemos de pertinho que, no fim das contas, na véspera de Natal todas as famílias são iguais.
Autora: Bruna Fontes
Bem, se você leu atentamente e nos conhece o suficiente, já deveria saber que, quando se trata dos Medina-Becker, todos os padrões da sociedade devem ser esquecidos.
O Natal dos Medina-Becker é o primeiro conto logo após a obra Sob O mesmo Teto, seguindo a cronologia dos enredos. Para quem leu o primeiro livro, seremos jogados novamente para dentro da trama. Calíope assumiu seu namoro com João Augusto, filho do seu padrasto.

O garoto João passou o ano, após o término do ensino médio, viajando pelo mundo. Tudo pago pelo pai (por mais pais assim, amém!). E já tem três meses que o menino voltou e Calíope não consegue desgrudar do namorado. Saudade bateu forte ai.

Então é Natal” e a família gigante de todo nosso Brasil volta a se reunir em peso para a ceia que tantos aguardam. Estamos presenciando a festividade mais (des)organizada dessa família que encheu nosso coração de amor desde o primeiro livro.

No entanto, Otávio, pai de João Augusto e padrasto de Calíope, não parece ainda tão bem certo e aceito dessa nova relação entre os dois adolescentes que deveriam se ver como irmãos (isso na cabeça de Otávio, viu?!).

Mas vamos esquecer todas as regras de etiqueta porque natal com essa família é diversão na certa.

O conto é curtinho e como citado precedem os últimos acontecimentos do primeiro livro. Vale a pena ler para nos sentirmos ainda mais conectados com essa família sensacional que tanto nos encantou. E, claro, está disponível gratuitamente no site da Duplo Sentido Editorial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário