quinta-feira, abril 30, 2020

ASSEXUAL OU ASSEXUADO?

E aí momorecos da Ju, todos estão bem? Vamos para mais uma coluna do Me Socorre, Ju?

Na coluna desse mês eu irei abordar um pouco sobre assexualidade. Se você tiver alguma dúvida sobre esse tema ou sobre outro, só mandar uma mensagem no no insta @mesocorreju ou enviar um e-mail para mesocorreju@gmail.com. Espero que gostem!
Ju, estou namorando uma assexual, como devo agir? Será que nosso relacionamento vai durar muito tempo? Um dia poderemos ter filhos e constituir uma família?
Bom, antes de dar o meu conselho, vamos entender o que é assexualidade. Antes de entrar na temática, queria dizer que existe atração romântica e existe atração sexual. Em geral, a assexualidade é a falta de atração sexual (seja total ou parcial). Na atração romântica, como o próprio nome já fala, o indivíduo deseja se envolver romanticamente com alguém. Na coluna desse mês irei focar na assexualidade. 
          
Primeiramente, o indivíduo que se identifica com a assexualidade é chamado de assexual e não assexuado como algumas pessoas falam erroneamente (a comunidade assexual odeia quando chamam pelo segundo termo pois biologicamente falando, assexuado é o ser que não tem sexo biológico). Existem vários espectros da assexualidade porém focarei nos mais conhecidos.
      
Espectros Assexuais:
- Assexual estrito: pessoa que não sente atração sexual por nenhum gênero.
- Demissexual: pessoa que só consegue sentir atração sexual por alguém depois que desenvolve uma ligação forte (seja ela física, psicológica, espiritual, etc).
- Grey-A ou Greyssexual: pessoa que sente atração sexual em determinadas situações e períodos de tempo (note que não há uma sazonalidade específica).
- Frayssexual: a pessoa só consegue sentir atração sexual quando não há vínculo afetivo, quando acontece, ela para de se sentir sexualmente atraído pelo parceiro.
           
Há dois tabus sobre o tema. O primeiro é de que assexuais não podem ter mais de um parceiro e isso é completamente errado, existem os Poliaces, os indivíduos que se identificam no espectro assexual e que são adeptos ao poliamor. O segundo tabu é de que assexuais estritos não podem se masturbar porém isso não é verdade. A pessoa pode não sentir atração sexual por alguém mas gostar de experienciar o autoprazer com a masturbação. 

Algumas pessoas ainda possuem preconceito com os assexuais (principalmente com os estritos) e falam geralmente que a pessoa não teve uma experiência sexual maravilhosa ou que não encontrou o parceiro certo. Os pesquisadores estimam que cerca de 1% da população mundial se enquadra em algum espectro da assexualidade. 

Uma frase sobre o tema que eu gosto bastante e foi escrita pela pesquisadora Elisabete Oliveira é: "Se existe sexo sem amor, porque não pode existir amor sem sexo?". Uma coisa não impede a outra! 

Bom, vamos voltar agora para o conselho que o seguidor anônimo me pediu. Eu precisaria saber em qual espectro sua namorada se enquadra mas irei partir do princípio que ela seja assexual estrita. O conselho que eu dou é que você respeite-a bastante e procure ter uma boa conversa sobre o relacionamento. Existem vários casais onde um é assexual e o outro não é (a comunidade assexual chama essas pessoas de alossexuais). Seu relacionamento durará se vocês forem francos um com o outro. 

Já conheci uma assexual estrita que é casada a mais de 10 anos com um alossexual e inclusive tem dois filhos. Ela me relatou que o casal fez um combinado de ter relações pelo menos uma vez por mês, mesmo ela não sentindo atração sexual pelo marido. 

Outro casal que eu conheci, decidiu abrir a relação e deixar que o parceiro alossexual pudesse manter relações sexuais com outras pessoas sem possuir o vinculo afetivo.

Cada caso é um caso, por isso o casal deve sentar e conversar para ao final, acharem a melhor maneira para lidar com o seu relacionamento.

Eu espero que minha matéria tenha ajudado! Aos que leram peço que deixem suas críticas, dúvidas ou sugestões. Se preferirem podem mandar no insta e no e-mail também!

Beijão momorecos e não esqueçam de lavar as mãos/passar álcool em gel. Fui!

Fonte Assexualidade Brasil

2 comentários:

  1. Muito legal o assunto e como você abordou. Sempre existe uma saída para o amor.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Emerson! Fico feliz que tenha gostado da matéria!

      Excluir