ÚLTIMAS POSTADAS

BRASIL, PAÍS COMUNISTA

REPRODUÇÃO MILLÔR FERNANDES
Fala-se muito no perigo comunista para o Brasil, mas esse perigo não existe mais. Pois o Brasil já é um país comunista. Provo-o em 10 itens:

1 - Os homens públicos falam sem nenhuma propriedade.

2 - A mudança de capital para o Goiás é a prova de que o Governo caminha decididamente para a esquerda.

3 - O preço que atualmente que se paga por essas obras de arte automobilísticas, chamadas J.K. Simka e Volkswagen exigem sacrifícios tais que bem demonstram que o Brasileiro é um adepto fervoroso da arte dirigida.

4 - A tremenda corrida imobiliária e a construção de incontáveis arranha-céus levou os operários a alturas que nunca alcançaram em outros países. Temos aí a verdadeira ascensão do proletariado.

Paredros: mentor que indica, de modo sugestivo, o caminho a seguir. Do latim paredros. 
5 - Os assobios e ditos, quando passa pela rua um bom “material”, mostram que a maior parte dos homens brasileiros é materialista.

6 - A totalidade das medidas governamentais causa revolta permanente.

7 - País cheio de sol e de praias, aqui todo trabalho é trabalho forçado.

8 - Já está oficializado pelos paredros e técnicos de futebol a instituição dos campos de concentração.

9 - O fato dos proletários terem de criar seus inúmeros filhos sem nenhuma assistência ou amparo oficial mostra que o Estado brasileiro aceita plenamente a tese marxista: “o trabalhador tem direito ao resultado total de seu esforço”.

10 - Como provam as crônicas especializadas, o país tem uma sociedade absolutamente sem classe.

Millôr Fernandes, dramaturgo e humorista, participante da vida cultural do país, ativista mesmo, e carioca nascido no Méier. Seu humor tem raízes e alicerces plantados na mais autêntica vivência do povo brasileiro, o que não impede seja elaborado na melhor tradição dos escritores ingleses, os grandes mestres do gênero na literatura ocidental. Seu teatro exprime melhor ainda essa relação: “Um Elefante no Caos”, “Do Tamanho de um Defunto”, são peças realizadas que não o afastaram da pesquisa constante (“Liberdade, liberdade”, “Homem do Princípio ao Fim”). É plena e realizada a sua obra.
  
Texto retirado da Obra Lições de Um Ignorante

Nenhum comentário