sábado, junho 13, 2020

A SINA DE ÁREN EM ‘CHUVA DE ESTRELAS’ DA AUTORA MICHELE PEREIRA

FOTO/ REPRODUÇÃO KAROLINI BARBARA

Sinopse: Depois da morte do pai e do primogênito de seu clã, o mais jovem dos guerreiros Áren é chamado a uma tarefa honorável: ser Portador da Joia de Vernam, uma relíquia mágica onde demônios antigos estão aprisionados. No entanto, para que isso aconteça, o rapaz precisará completar seu juramento em um local sagrado no cume de uma montanha e sob a mortal chuva de estrelas. 
Chuva de estrelas faz pare das Crônicas de Vanroe e Bessengard, dois reinos ligados pela magia, onde nem tudo parece ser o que é. 
Autora Michele Pereira 

FOTO/ REPRODUÇÃO KAROLINI BARBARA

Conheceremos o bravo guerreiro de Áren, ou pelo menos uma parte de sua jornada. O rapaz fora escolhido pelo imperador a ser o Portador da Joia de Vernam. Seu avô, seu pai, depois, seu irmão fizeram parte daqueles que foram portadores da joia que levava um preço: a vida do portador. 

A Joia de Vernam serve como casulo para abrigar demônios antigos, evitando que os mesmos destruam o mundo e tudo o que nele habita. Mas para que o novo ciclo do guerreio Áren se inicie é preciso que ele parta em sua jornada até o cume de uma montanha, aparentemente um local sagrado, e sob a mortal chuva de estrelas diga as palavras. Será que ele irá conseguir? 

É tão curto o enredo que se falar mais sobre o mesmo acabará vazando algum spoiler. E esse, meu caro leitor, não é o objetivo presente aqui. 

Chuva de Estrelas, como explicado anteriormente, faz parte das Crônicas de Vanroe e Bessengard, dois reinos ligados pela magia, onde nem tudo parece ser o que é

É notório que a autora Michele Pereira possui desenvoltura para criar enredos usando como tema de fundo a fantasia, e isso fica claro nesse conto em questão. Muito bem escrito e fácil de ser levado pela abordagem do ambiente e do personagem. 

O que nos intriga é o final inesperado, até de certo modo. Deixando-nos com aquela pulga atrás da orelha sobre o que acontece depois. “E agora, José?” 

Com toda certeza, como avaliei na Amazon, merecia ser um livro completo e mais trabalhado, adoraria saber o que acontece depois. Mas devemos aguardar e esperar, na expectativa, de uma continuação mesmo que curta.

Um comentário:

  1. AAAAAAA adorei a resenha, Karol!
    Certamente tem mais coisas vindo aí! Tem mais crônicas para explorar Vanroe e Bessengard :) (a bonita aaui precisa escrevê-las, claro!
    Obrigada sempre pelo carinho com minhas obras. Abraço!

    ResponderExcluir