sábado, julho 11, 2020

‘THE OLD GUARD’: INSPIRADO NA HQ HOMÔNIMA NOS APRESENTA UM NOVO UNIVERSO DE SUPER-HERÓIS


The Old Guard estreou na sexta-feira (10) na Netflix e consegue prender pelo enredo e as cenas de ação bem trabalhadas, além do elenco maravilhoso e de peso – Charlize Theron você nunca decepciona mulher. 

A trama é baseada na HQ homônima escrita por Greg Rucka e ilustrada por Leandro Fernández, e contara a história de Andy e seus quatro companheiros, ambos são imortais e estão vivos há muito tempo lutando por aquilo que acham o que seria correto. 

O enredo se inicia com mais um encontro entre Andy e seus companheiros de guerra, eles partem para mais uma missão que acaba se revelando ser apenas uma armadilha. Ao serem descobertos por sua imortalidade os mesmos passam a ser alvos de gente poderosa, em especial um jovem cientista da área farmacêutica que quer fazer testes com os mesmos na busca de lucrar com suas descobertas para a imortalidade. 

No meio disso, uma nova imortal surge: uma fuzileira naval morta em combate, retorna a vida de forma inexplicável, passando a ser ligada ao grupo de Andy. 

Andy vai atrás da menina, sendo ela a mais nova, buscando integra-la ao grupo. A nova imortal terá que escolher entre seguir os ideais do grupo ou viver o tempo que resta com sua família. 


Aqueles que ainda não assistiram a nova produção da Netflix já pode ir se preparando para um enredo eletrizante e que com certeza irá prendê-lo até o final da trama. Alguns fãs da HQ já assistiram ao longa e puderam garantir que o enredo é cópia do quadrinho, podendo ser bom ou ruim a depender do ponto de vista de cada um. 

Eu não li a HQ, mas com certeza me encantei desde o inicio quando saiu o trailer do longa, estando ele na minha lista de cinco produções que eu gostaria de assistir. O sentimento é um só: não dá para se arrepender

Seremos levados pelos dramas existências entre viver a eternidade e buscar um ideal pelo o qual viver. Lutar muitas guerras e ver a humanidade se acabando foi o ponto chave que fez Andy quase querer desistir de tudo, mas com a chegada da nova imortal tudo parece mudar – e essa cena é emocionante de se assistir. 


O final deixa margem para uma continuação. Gina Prince-Bythewood, diretora do longa, confirmou que seus planos originais consistem em produzir uma trilogia de filmes, sendo a introdução do enredo do próximo filme iniciado agora ao final do primeiro. A diretora ainda afirmou, em uma entrevista recente, que as HQs que inspiraram o filme dão margem para a produção de uma trilogia. 

Com toda certeza cruzaremos os dedos e estaremos na torcida por essa franquia que está por vir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário